PLACAS INDICAM ÁREAS MONITORADAS POR CÂMERAS DE SEGURANÇA EM RESENDE

 

 

Sinalização recém-instalada visa inibir ação de criminosos nas ruas da cidade

 

 

Oferecer mais segurança aos cidadãos, inibindo a ação de criminosos, e potencializar o monitoramento da cidade feito atualmente por 63 câmeras espalhadas por pontos estratégicos de Resende. Foi com este objetivo que a Superintendência Municipal de Ordem Pública instalou, semana passada, 80 placas que indicam quais são as áreas monitoradas por câmeras no perímetro urbano do município.

A instalação dos equipamentos foi mais um passo dado pela Prefeitura visando melhorar a segurança na cidade. O primeiro foi garantir a permanência das câmeras, que corriam o risco de serem retiradas das ruas em função do alto custo para os cofres públicos. Para isso, o governo municipal negociou com a empresa e conseguiu reduzir em cerca de 40% o valor do contrato de locação das câmeras e totens. Os equipamentos são responsáveis pelo monitoramento de pelo menos 20 bairros da cidade, como a Cidade Alegria, Nova Alegria, Paraíso, Surubi, Nova Liberdade, Centro, Jardim Jalisco, Montese, Vila Julieta e Campos Elíseos.

A instalação das placas que indicam a presença das câmeras nas ruas, além de inibir a ação de criminosos, também representa um aliado importante para as vítimas da violência e para os órgãos de segurança, como as Polícias Civil e Militar, que podem utilizar as imagens capturadas para identificar os autores dos delitos. Para isso, periodicamente, a Superintendência Municipal de Ordem Pública emite boletins e relatórios sobre as ocorrências e disponibiliza o material para as forças de segurança da cidade.

O monitoramento da cidade através das câmeras de segurança é feito 24 horas por dia e todas as imagens capturadas são enviadas online para a Central de Monitoramento da Prefeitura, localizada no Centro Administrativo. Lá, dois guardas municipais especialmente treinados para realizar este trabalho, acompanham em tempo real as ocorrências e podem tomar providências imediatas, seja acionando a Polícia Militar em casos de roubos ou outros tipos de violência; a Guarda Municipal em casos de crimes contra o patrimônio público; ou o Corpo de Bombeiros em casos de acidentes ou outra ocorrência que necessite de socorro às vítimas.

O trabalho integrado é apontado pelo prefeito Diogo Balieiro Diniz como o melhor caminho para aumentar a segurança na cidade.

– Embora a segurança pública seja uma obrigação do Estado, não estamos medindo esforços para colaborar com o trabalho desenvolvido pelas Polícias Civil e Militar visando tornar nossa cidade mais segura. O compartilhamento dessas imagens, que tem sido muito útil, faz parte deste trabalho – disse Diogo Balieiro Diniz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: