PREFEITURA DE VOLTA REDONDA ARRECADA 2,5 TONELADAS DE ALIMENTOS DURANTE PARTIDA DE FUTEBOL NO ESTÁDIO DA CIDADANIA

Entidades cadastradas no Conselho Municipal de Segurança Alimentar receberam as doações feitas por torcedores de Flamengo e São Paulo

Vinte e quatro entidades cadastradas no Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA) foram beneficiadas com os alimentos arrecadados pela Prefeitura de Volta Redonda durante a final da Copa do Brasil. Além do ingresso, torcedores de Flamengo e São Paulo levaram um quilo de alimento não perecível para assistir à partida realizada na última segunda-feira, dia 15, no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira.

A ação, coordenada pelo COMSEA, arrecadou 2,5 toneladas de alimentos, que foram doados a entidades que prestam assistência na área de segurança alimentar no município. Cada grupo, que fornece cesta básica ou alimentação a famílias em vulnerabilidade, recebeu entre 100 e 150 quilos de alimentos.

O Banco de Alimentos de Volta Redonda, programa municipal de segurança alimentar, que atua no combate à fome, disponibilizou o material arrecadado para as entidades após passarem por análise de nutricionista da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), pasta responsável pelo programa. Depois da contabilização e averiguação de bom estado para consumo, os alimentos foram retirados pelas entidades cadastradas no COMSEA.

Nesta ação, foram beneficiadas a Casa de Recuperação Desafio Jovem Missionário Gunnar Vingren; Casa de Recuperação Desafio Jovem Lugar de Gente Feliz; Casa Pentecostal de Recuperação as Doze Tribos de Israel; Associação Beneficente O Resgate; Centro Espírita A Caminho da Luz; VIH-VER; Grupo Espírita União Fraternidade e Amor (GEUFA); Centro Espírita Advertência Fraternal; Casa da Criança e do Adolescente; Lar e Escola Recanto das Crianças; e Conselho Central de Volta Redonda da Sociedade de São Vicente de Paulo – Pinto da Serra.

Ainda receberam parte dos alimentos o Centro Espírita Cirineus; Igreja Congregacional da Vila Mury; Associação de Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR); APADA (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos); APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais); Apadefi (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Físicos); Centro Espírita O Sal da Terra; ONG Ser e Crescer Sempre Jovem; Instituto DAGAZ; NAC (Núcleo de Ação Comunitária); Associação Cultural, Social e Radiodifusão de Volta Redonda; SOS; e APMI (Associação de Proteção à Maternidade e à Infância).

Foto: Divulgação/PMVR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: