Prefeito de Volta Redonda visita bairro Jardim Ponte Alta

Samuca Silva citou Saúde, Educação e Mobilidade Urbana e incentiva participação dos moradores no Orçamento Participativo

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou nesta terça-feira, dia 22, de um café da manhã na sede da Associação dos Moradores do Jardim Ponte Alta. Samuca respondeu algumas dúvidas e conheceu as reivindicações dos moradores. “Encontramos a prefeitura numa situação muito difícil, mas estamos conseguindo superar, pensando sempre na população. Tenho um carinho especial por este bairro, afinal sou filho daqui”, disse Samuca Silva, que foi acompanhado pelos secretários municipais Toninho Oreste (Infraestrutura); Wellington Silva (Transporte e Mobilidade Urbana) e Adriano Lizarelli (Comunicação).

O atual orçamento foi realizado pela gestão passada e Samuca Silva incentivou a população a participar do Orçamento Participativo. “Volta Redonda foi uma das primeiras cidades a ter o OP Digital, que teve mais de duas mil participações pelo site da prefeitura”, informou o prefeito.

O presidente da associação de moradores, João Velozo, que organizou o evento, afirmou que a atual gestão já fez intervenções que há anos não eram realizadas no Jardim Ponte Alta.  “O prefeito é cria do bairro. Temos uma enorme satisfação em recebê-lo. Ele já pintou (sinalização horizontal) a entrada do bairro, o que era um ponto muito crítico no nosso bairro”, disse Velozo, citando que a associação empresta a sede do bairro para a realização dos programas da secretaria municipal de Esporte e Lazer (Smel).

Durante o café da manhã, o prefeito divulgou que a atual gestão conseguiu, no último mês, cumprir a lei federal e a constituição, que determina que 25% dos recursos do governo são aplicados em Educação e 15% em Saúde. “Com muito esforço da nossa equipe, essa é uma das conquistas nos nossos primeiros oito meses mandato”, afirmou Samuca Silva.

Saúde

 

O chefe do Executivo também contou as recentes conquistas na Saúde, que é um dos pilares da atual gestão municipal. O Mutirão da Saúde já atendeu mais de 13 mil pessoas, numa demanda reprimida de 20 mil atendimentos. Além disso, está ocorrendo o Mutirão de Imagens, com exames de Raio-X, Ultrasonografia, Mamografia e Tomografia.

 

“Antes, o Hospital São João Batista não conversava com o do Retiro. Não acontecia essa interação. Agora, está diferente. O atendimento na Policlínica mudou para melhor. Mas, para isso, foi preciso fazer alguns ajustes na equipe”, explicou o prefeito, contando que, em breve, a cidade pode ganhar uma nova unidade hospitalar. “Tem mais: o Hospital do Retiro também vai ganhar 70 novos leitos, pois autorizamos a retomada da licitação. É um grande avanço na saúde da cidade”, afirmou.

 

Desenvolvimento Econômico

 

Outra prioridade da atual gestão é a geração de empregos. Nesses primeiros meses do ano, Volta Redonda já conquistou uma empresa de cosméticos e de call center, que geraram centenas de postos de trabalho. Samuca Silva relembrou a retomada das obras do Park Sul Shopping que vai gerar mais de três mil empregos no ápice da construção e mais de dois mil quando o empreendimento começar a funcionar.

 

“Volta Redonda tem terra. O que faltava era o diálogo com as empresas. Estou percorrendo os grandes centros como Rio e São Paulo, apresentando a nossa cidade. Os empresários estão cansados do trânsito e da violência nesses locais”, disse Samuca Silva, lembrando que a cidade possui 25 mil universitários“Antes não tínhamos oportunidade de estudar e acabávamos buscando conhecimento em outras cidades. Isso aconteceu comigo”, exemplificou o prefeito.  

 

Transporte Coletivo

 

No encontro com os moradores do Jardim Ponte Alta, Samuca  falou sobre a Mobilidade Urbana e garantiu que existe a possibilidade de rever a tarifa da passagem, caso as viações não cumpram o acordo com a prefeitura até dezembro deste ano.

 

“Não é a prefeitura que aumenta a passagem e sim a atual situação econômica do país. Desde 2008, o decreto da prefeitura sobre o reajuste não prevê nenhuma melhoria no transporte coletivo. Nós determinamos a renovação de 10% da frota, o pagamento do ISS (Imposto Sobre Serviços) – o que nunca acontecia – e a entrada gratuita dos idosos de 60 anos, cumprindo a legislação, além de outras melhorias”, frisou Samuca Silva. “É uma tarifa cara e dei um prazo de até o final de ano para tudo ser cumprido”, garantiu.  Os técnicos da Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana já apreenderam três veículos das viações que apresentavam má conservação.

 

Homenagem à Marlene Silva 

 

Durante o café da manha, a mãe do prefeito Samuca Silva, Marlene Silva, de 69 anos, recebeu uma homenagem da associação de moradores, com a entrega de uma orquídea. “Agradeço e foi uma honra participar desse evento. Volta Redonda tem um grande homem à frente da prefeitura”, disse, emocionada.

 

“Excelente tê-lo aqui. Lembro da mãe dele aqui trabalhando no Transporte Escolar com seus filhos. São pessoas do bem e que precisam estar comandando a cidade”, disse a aposentada Dorothi de Souza, 73 anos, moradora do bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: